Tendões extensores

O que é epicondilte lateral??

Epicondilite lateral, também conhecida como cotovelo do tenista, é uma inflamação dos tendões extensores em sua origem no cotovelo. Esse nome estranho, epicondilite, se deve ao fato dos tendões extensores do punho se originarem no epicôndilo lateral do úmero, uma parte do osso do braço. O sufixo ite significa na medicina inflamação. Portanto, epicondil-ite quer dizer inflamação do epicôndilo.

Qual a sua causa?

A doença ocorre devido a microtraumas repetidos em indivíduos suscetíveis. Isto é, algumas pessoas são naturalmente propensas a desenvolver a doença quando realizam movimentos de extensão do punhos e dedos de forma repetida. Tabagismo também está associado a doença. Mais comum entre 35 e 55 anos, no membro dominante.

Com o passar do tempo a inflamação pode gerar uma tendinopatia (doença do tendão) crônica que vai além da inflamação apenas.

epicondilitis-codo-tenista

Quais os sintomas e como diagnósticar?

  • Dor no cotovelo, mais especificamente, na região lateral e um pouco abaixo do epicôndilo. A dor piora com extensão ativa do punho com cotovelo extendido
  • O diagnóstico é feito pelo médico e normalmente não são necessários exames complementares. Em algumas situações específicas podem ser necessários exames, para excluir outras causas de dor no cotovelo

Como tratar?

Agora a parte mais importante: como se livrar dessa dor. A maioria (em torno de 90%) dos pacientes pode tratar a doença sem cirurgia com bons resultados. Primeiro passo é a mudança das atividades, é importante evitar as atividades que desencadeiam a dor. Associado a isso, o uso de gelo (durante 20 minutos, até 5 vezes por dia) e medicações antiinflamatórias são essenciais. Em casos severos, infiltração do local com corticoide pode ser indicado. Outra arma no tratamento é o uso da órtese especifica para epicondilite lateral, como da figura abaixo. O segundo passo é a reabilitação com fisioterapia. Inicialmente com exercícios isométricos e alongamento, seguidos de exercícios contra resistência. O terceiro passo é a prevenção da recorrência com a mudança da técnica ou equipamentos que são realizadas as atividades. Por exemplo, a posição do punho ao digitar no teclado do computador.

Quando não há melhora nos sintomas após 6 meses de tratamento conservador, pode ser necessária cirurgia. Entretanto, esta situação é bastante infrequente!

 

70207-cincha-epicondilitis-300x240
injectie-elleboog-e1458663382719
pshysio
error: Conteúdo protegido, caso queira compartilhar algo entre em contato.